O atraso em meio à riqueza

Lançamento de novo livro do selo editorial LPP

 

ESCOLA “SEM” PARTIDO

Esfinge que ameaça a educação e a sociedade brasileira

Organização Gaudêncio Frigotto

ISBN 978 85 92826-07-9  

E-ISBN 978 85 92826-07-9

Rio de Janeiro: LPP-UERJ, 2017.

144p.


É com muita satisfação que o Projeto de Extensão Editorial Laboratório de Políticas Públicas (LPP/UERJ) apresenta seu segundo lançamento intitulado Escola “sem” partido: esfinge que ameaça a educação e a sociedade brasileira. A coletânea é organizada pelo Professor Gaudêncio Frigotto, uma das mais significativas referências intelectuais para se pensar o campo da educação e das ciências humanas e sociais na atualidade, tanto no Brasil quanto na América Latina.  

Escola “sem” Partido é composto por artigos de acadêmicos e estudiosos que analisam alguns dos múltiplos aspectos do Projeto de Lei Escola sem Partido. Abordado por diferentes prismas, os textos têm em comum o objetivo de ampliar a compreensão que se tem do movimento que dá origem ao nome "escola sem partido" e desvelar sua orientação ideológica, a de uma suposta neutralidade dita “sem” partido.

Os ensaios confluem para alguns temas recorrentes: as estratégias discursivas que motivam o Projeto de Lei Escola sem Partido; a desqualificação do professor enquanto sujeito de formação; a escola como espaço de pluralidade de discursos, e não como anuladora destes; as dicotomias simplistas que movem um projeto de escola sem partido, que sectariza orientações e posicionamentos políticos; o aparato político-jurídico envolvido nessa proposta de lei; os veículos de comunicação utilizados a serviço da divulgação do programa; e os acontecimentos da conjuntura econômica nacional e internacional utilizados para fortalecer esse movimento, que tende a conter os avanços da sociedade brasileira na área educacional. Como a própria figura emblemática do título vem sugerir, a esfinge indica uma presença, que mesmo vista ao longe, mostra-se ameaçadora: “decifra-me ou te devoro” é a mensagem que carrega consigo o Projeto de Lei Escola sem Partido. É nesse sentido que os autores convidam os leitores a fazerem uma reflexão crítica sobre as redes complexas e potencialmente perigosas que esse movimento tenta estabelecer.

As análises apresentadas nos ensaios de Escola “sem” Partido são de fundamental importância para que o Brasil enfrente na prática e na teoria o risco de continuidade do processo de rompimento de sua ordem democrática, logo pelo espaço primeiro de formação dos seus cidadãos: a escola. Vêm a público em um momento mais que oportuno, tendo em vista a grave crise política que o país enfrenta, com seus reflexos corrosivos nas áreas sociais e culturais e com grande impacto na educação nacional.

 Por fim, os conteúdos do livro Escola “sem” Partido  reiteram o posicionamento e o papel do LPP/UERJ diante desses acontecimentos desafiadores para as nações brasileira e latino-americanas: o de contribuir para a luta em favor dos direitos humanos, democráticos e do exercício digno (e de formação) da cidadania.

 

 

MARILENA CHAUI NA UERJ


Imagens da belíssima conferência da Professora Marilena Chaui aqui na UERJ, no dia 3 de abril de 2017.

Portal Latinoamericano


O Portal Latinoamericano é a versao em internet da Latinoamericana – Enciclopédia Contemporâanea da América Latina e do Caribe, publicada em versão impressa em 2006. Seu conteúdo foi atualizado e passa, a partir de agora, a sair sob forma de Portal, com atualizações regulares do seu conteúdo. O LPP divulga o Portal e solicita a todos que possam, que difundam o seu link, para que seu conteúdo possa ter o mais amplo acesso possível.
​Como todo conhecimento elaborado na esfera publica, o Portal tem acesso livre na sua forma integral.

Clique na imagem para acessar o portal.





NOVA EDIÇÃO CADERNO DO GEA, Nº 9



Este número 9 dos Cadernos do GEA traz um estudo de Dilvo Ristoff cuja linha de argumentação parte das recomendações da Conferência Mundial de Educação Superior da Unesco (CMES-Paris-2009)1 para acompanhar suas implicações nas políticas brasileiras. A partir do conceito da educação como bem público, sustentado pela Conferência, o autor analisa dados recentes e programas em curso para avaliar como o país incorporou diretrizes e adotou iniciativas que convergem para os objetivos acordados. Indica também o conjunto de políticas que ampliou o acesso de segmentos da população a esse nível de ensino, estimulou a adoção de novas tecnologias e promoveu a mobilidade internacional.

Clique na imagem para baixar o arquivo!



 


O BRASIL QUE QUEREMOS


Clique na imagem para baixar o livro digital gratuitamente



O Laboratório de Políticas Públicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro tem o prazer de trazer a público sua primeira publicação como Editora LPP-UERJ. Mantendo a tradição de refletir nos ambientes acadêmicos, em articulação com movimentos sociais, organizações da sociedade civil, governos e representantes do campo democrático, as questões que envolvem o exercício da cidadania e a defesa radical dos direitos humanos, os ensaios que ora divulgamos vêm-se adequar com muita pertinência a esses objetivos.

O livro foi  lançado no dia 29 de julho, durante seminário Nacional do Sistema Financeiro e Sociedade, promovido pela Contraf-CUT, em São Paulo, com a presença do ex-presidente Lula.







 


Coleção Estudos Afirmativos, v.8

UNIVERSIDADE PARA INDÍGENAS
A EXPERIÊNCIA DO PARANÁ




Na certeza de que o patrimônio dos povos indígenas estará melhor defendido quanto mais for conhecido, a FLACSO-Brasil, em parceria com a Fundação Ford e o Laboratório de Políticas Públicas (LPP/UERJ), tem orgulho de tornar público este volume 8 da Coleção Estudos Afirmativos, para promover experiências institucionais inovadoras no campo das políticas de ação afirmativa para ingresso, permanência e conclusão da educação superior por grupos tradicionalmente dela excluídos.

Clique na imagem e baixe o arquivo em "pdf".






Bem-vindo ao site do LPP-UERJ

O Laboratório de Políticas Públicas (LPP) foi criado em março de 2000 pela Reitoria da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) para desenvolver atividades de pesquisa, análise e apoio às políticas públicas de caráter democrático.
Suas atividades principais associam-se à discussão, balanço, monitoramento e formulação de estratégias governamentais que fortaleçam a constituição do espaço público como esfera de realização efetiva dos direitos cidadãos.
Saiba mais sobre o LPP clicando aqui.

uerj_1282590736.jpg
Parceiros: